TSU : consequências da falta de apoio a Vítor Gaspar e Passos Coelho

A proposta de redução da TSU só para quem criasse emprego, que João Paulo Mendes formulou admiravelmente – aplicar taxa zero a cada nova contratação líquida até se alcançar globalmente para a entidade empregadora a  redução admitida  (p.ex de 8%) – apesar de apoiada por Vítor Gaspar e Passos Coelho foi posta de parte.

Ganhou a solução Bessa de  aumentar o horário de trabalho. De Bessa e de outros. Claro que Bessa participa em n instituições e organizações e trabalha muito, o trabalho não lhe faz medo. Mas se o obrigassem a fazer tudo com uma remuneração de operária têxtil talvez pensasse duas vezes.

A solução reduz custos unitários, mas não cria empregos. Pelo contrário, reduz a necessidade de novas admissões.

Seria isso que os Sindicatos pretendiam ?

Quando dirigentes sindicais reagiam a uma solução tipo  João Paulo Mendes, referindo o aumento do IVA, ignoravam talvez deliberadamente que essa solução não se traduziria imediatamente numa queda absoluta de receita que tivesse de ser financiada, e que a criação de empregos a autofinanciaria parcialmente.

Por vezes os sindicatos prejudicam as classes que representam por causa da preocupação em defender …bom, não propriamente os empresários, mas o povo no seu todo.

Um dirigente sindical da CGTP, hoje reformado, autor de vários livros sobre sindicalismo, refere-se num deles à situação na Hotelaria nas primeiras décadas do Século XX.

Os trabalhadores, explica,  viam negada a definição de um horário de trabalho, por serem alegadamente “domésticos” a quem os patrões davam alojamento, a definição de uma remuneração, aliás durante muito tempo eram eles que tinham de pagar ao patrão uma percentagem das gorjetas que arrecadassem, as trabalhadoras chegaram a ser sujeitas a uma tentativa de matriculação, à semelhança das prostitutas. A instituição de uma taxa de serviço consignada aos trabalhadores iria reduzir o peso da gorjeta,todavia o idealismo sindical começou por a recusar por contribuir para aumentar o custo de vida.

O autor comenta “Santa ingenuidade. Tiveram o pássaro na mão e deixaram-no fugir. No seu idealismo voluntarista e radical, não perceberam que os patrões continuariam a aumentar os preços para manter as margens de lucro independentemente de haver ou não taxa de serviço. Não se deram conta que era estultícia pretenderem suster o aumento dos preços com o seu próprio sacrifício.”

Daqui a oitenta anos alguém que esteja disposto a fazer história há-de dizer o mesmo dos actuais dirigentes sindicais do nosso país.

Advertisements

Sobre ivogoncalves

64 anos Licenciado em Economia pelo Instituto Superior de Economia, Mestre em Administração e Políticas Públicas pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa, Doutor em Sociologia, especialidade de Sociologia Política, pelo ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa. Detém Diploma de Estudos Avançados (3º Ciclo) em História Moderna e Contemporânea da mesma instituição. Domínios de actividade profissional: Gestão Orçamental Pública, Auditoria e Fiscalização, Recuperação de Empresas como dirigente, técnico ou consultor e formador. Outros domínios de interesse: Sistemas de Informação. Docente do ensino superior de Setembro de 1976 a Maio de 1985 no Instituto Superior de Economia, e de Outubro de 1985 a Julho de 2010 no Instituto Superior de Gestão (integrado actualmente no Grupo Lusófona). Membro nº 15 da Ordem dos Economistas. Pertence ao Colégio de Economia Política e ao Colégio de Auditoria. Membro nº 1385 do Instituto Português de Auditoria Interna. Sócio nº 20831 da Sociedade de Geografia de Lisboa.
Esta entrada foi publicada em Cidadania, Economia, Empresas, História, Movimentos sociais. ligação permanente.

Uma resposta a TSU : consequências da falta de apoio a Vítor Gaspar e Passos Coelho

  1. Aliás, o IVA subiu à mesma…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s