A Polícia vai presa ?

Público on line

Acordo feito com o Ministério das Finanças

Polícia está sem dinheiro e deixou de pagar descontos de IRS ao Estado

13.04.2011 – 08:45 Por PÚBLICO

A PSP, a GNR e o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) são alguns dos organismos públicos do Ministério da Administração Interna (MAI) que não estão a entregar ao Estado a retenção de IRS dos seus funcionários públicos.

 Há vários organismos do Ministério da Administração Interna em dificuldade

…………………………………..

Isto resulta numa dívida fiscal do Estado ao próprio Estado. E a situação, que acontece desde o início do ano, repete-se com os descontos para a Caixa Geral de Aposentações e para a Segurança Social, escreve o Diário Económico na sua edição de hoje.

O mesmo jornal explica que a situação está também a acontecer com outras entidades do MAI, como a Autoridade Nacional de Protecção Civil e a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. No total, estão em causa os descontos de quase 50 mil funcionários.

A suspensão temporária do pagamento destas contribuições por falta de liquidez para pagar salários e suplementos foi a solução encontrada através de um acordo entre o ministério de Rui Pereira e o ministério de Teixeira dos Santos. Desta forma, todas as verbas são canalizadas para pagar salários e na polícia estão em causa suplementos de turnos, de patrulha, entre outros. A GNR já tinha reconhecido uma situação semelhante no passado mês de Fevereiro, com os descontos para a Caixa Geral de Aposentações e para a Segurança Social dos militares.”
 

Por muito menos dinheiro foi condenada há alguns anos a antiga Presidente da Câmara do Montijo e instaurados milhares de processos crime ainda em 2009.

Advertisements

Sobre ivogoncalves

64 anos Licenciado em Economia pelo Instituto Superior de Economia, Mestre em Administração e Políticas Públicas pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa, Doutor em Sociologia, especialidade de Sociologia Política, pelo ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa. Detém Diploma de Estudos Avançados (3º Ciclo) em História Moderna e Contemporânea da mesma instituição. Domínios de actividade profissional: Gestão Orçamental Pública, Auditoria e Fiscalização, Recuperação de Empresas como dirigente, técnico ou consultor e formador. Outros domínios de interesse: Sistemas de Informação. Docente do ensino superior de Setembro de 1976 a Maio de 1985 no Instituto Superior de Economia, e de Outubro de 1985 a Julho de 2010 no Instituto Superior de Gestão (integrado actualmente no Grupo Lusófona). Membro nº 15 da Ordem dos Economistas. Pertence ao Colégio de Economia Política e ao Colégio de Auditoria. Membro nº 1385 do Instituto Português de Auditoria Interna. Sócio nº 20831 da Sociedade de Geografia de Lisboa.
Esta entrada foi publicada em Cidadania, Gestão. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s